Menu

Portal FOP - Unicamp

Av. Limeira, 901 - Bairro Areião
CEP: 13414-903 - Piracicaba - SP

.

Área de Patologia Destaque

Área de Patologia

Artigo da FOP estampa capa do periódico “Oral Surgery, Oral Medicine, Oral Pathology and Oral Radiology”

Foto Capa TripleO

O artigo científico intitulado “Prognostic significance of hMSH2, hMSH3, and hMSH6 expression in ameloblastomas”, desenvolvido na Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP-UNICAMP), foi selecionado para ilustrar a capa do periódico norte-americano “Oral Surgery, Oral Medicine, Oral Pathology and Oral Radiology” da edição de setembro de 2017. O artigo em questão é fruto do trabalho de dissertação de mestrado no Programa de Pós-graduação em Estomatopatologia (FOP-UNICAMP) do doutorando Gleyson Kleber do Amaral Silva, sob a orientação do Prof. Dr. Pablo Agustin Vargas e co-orientação do Prof. Dr. Felipe Paiva Fonseca. Este trabalho contou com a participação e colaboração multi-institucional de pesquisadores da FOP-UNICAMP, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da Universidade Federal do Pará (UFPA), do Departamento de Medicina Oral do Hospital Sírio Libanês, do Departamento de Patologia do A. C. Camargo Cancer Center e do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

O estudo abordou a análise da expressão de proteínas responsáveis pela conservação do padrão do código genético do nosso DNA e prevenção da propagação de erros no pareamento das bases nitrogenadas no ameloblastoma, um importante tumor odontogênico comumente diagnosticado nos serviços de patologia oral. Como resultados, os autores descreveram o padrão de expressão dessas proteínas em folículos dentários normais e em 112 amostras tumorais de ameloblastomas. Foi observado uma correlação com a sobrexpressão dessas proteínas em casos de recorrência tumoral e com a presença da mutação BRAF-V600E, atualmente muito estudada neste tumor. Os autores concluíram que essa sobrexpressão pode ser um indicador, funcionando como uma defesa, frente as possíveis alterações aberrantes no DNA das células tumorais que resultam na recorrência da doença.

O projeto de pesquisa foi desenvolvido com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo por meio do Auxílio Regular à Pesquisa (processo n. 2015/21520-8).

Itens relacionados (por tag)

voltar ao topo