Menu

Portal FOP - Unicamp

Av. Limeira, 901 - Bairro Areião
CEP: 13414-903 - Piracicaba - SP

.

Momento de parar e falar sobre ensino Destaque

Momento de parar e falar sobre ensino

Coordenadoria de Graduação realiza ciclo de discussões para discutir metodologias de ensino

A Coordenadoria de Graduação, da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP), realizou o primeiro encontro do Ciclo de discussões sobre metodologias de ensino, no dia 31 de agosto. Este ciclo de discussões é uma proposta conjunta da Coordenadoria de Graduação e Núcleo Docente Estruturante (NDE). O NDE é órgão assessor da Coordenadoria de Graduação, criado com objetivo de discutir assuntos relacionados ao curso de Odontologia, tais como currículo, metodologias de ensino e avaliação. A proposta para a criação do Núcleo partiu da Pró-Reitoria de Graduação em 2016.

A professora Fernanda Klein Marcondes deu abertura ao evento e, na sequência, fez uma apresentação sobre o uso de quizzes, para realização de avaliação diagnóstica e formativa, e tornar as aulas mais dinâmicas. Quizzes são questões de múltipla escolha ou de respostas curtas que podem ser utilizadas como estratégia motivadora - questões aplicadas no início da aula, para os alunos responderem individualmente; como estratégia de aprendizagem colaborativa – questões combinadas com a exposição oral do professor, durante a aula, para os alunos discutirem e responderem, em duplas ou pequenos grupos, permitindo aos alunos e ao professor avaliar a compreensão do conteúdo da aula; ou como estratégia para estudo extra-classe – questões para serem respondidas individualmente ou em grupo, após as aulas. Para aplicação dos quizzes, a professora tem utilizado o aplicativo gratuito Socrative student / Socrative teacher. Trata-se de uma ferramenta disponível para celular, que permite a aplicação das questões, durante a aula. O professor verifica os acertos e erros, enquanto a turma responde os testes, e pode de acordo com o desempenho da turma, propor atividades para que os alunos possam aprender o que não estão compreendendo, antes de seguir em frente com o conteúdo. E os alunos vão recebendo feedback a cada etapa sobre sua compreensão do conteúdo estudado, permitindo identificar as dúvidas e tópicos de maior dificuldade. Após a apresentação, os participantes, professores e alunos de pós-graduação, fizeram uma discussão, com café e bolo.

20170831 164154 01Segundo a docente, a proposta do Ciclo de discussões é realizar encontros uma vez por mês, em diferentes dias da semana pra que todos os professores possam participar ao menos de alguns encontros. “Pretendemos trocar experiências do que está sendo feito aqui na FOP”, disse. “Vários professores têm buscado estratégias diferentes da aula teórica clássica, para tentar fazer com os alunos aprendam mais. O objetivo dessas reuniões é justamente fazer com que os professores da FOP compartilhem o que estão fazendo de diferente nas suas aulas. O que não quer dizer que a experiência de um professor será usada, por outro, exatamente da forma como foi apresentada. As estratégias podem ser adaptadas ou servir de inspiração para o desenvolvimento de novas idéias”, conta.

Para a professora Giselle Maria Marchi Baron, da área de Dentística, a proposta do Ciclo de discussões sobre novas estratégias para o ensino é bastante interessante. “Como docentes, cada vez mais nos sentimos desmotivados quando nos deparamos com uma sala de aula com poucos alunos, ou com alunos desinteressados e que não estão acompanhando a aula. Assim, a proposta de uma aula interativa, com o uso de aplicativos específicos ou jogos, pode sim ser uma boa tática, tanto para resgatarmos a participação discente, quanto para o professor observar melhor o nível de conhecimento do aluno e o quanto ele conseguiu compreender sobre o assunto abordado”, avalia. 

Já a professora da área de Histologia e Embriologia, Ana Paula de Souza, disse que é importante usar novas tecnologias (aplicativo Socrative) para avaliar o aprendizado dos alunos, além da necessidade dos docentes se reciclarem. “Acredito que precisamos nos envolver mais e aprender a utilizar esse tipo de tecnologia durante as aulas como uma ferramenta para aprimorar o ensino e facilitar a vida do próprio estudante, estimulando-o a estudar, para que possa perceber o que de fato está compreendendo da informação que está recebendo durante naquele momento”, explicou. Para ela, o ciclo de discussões possibilitará aos docentes discutir, não somente métodos de ensino, mas também, vários assuntos relacionados à graduação, ao ensino, ao comportamento de maneira geral dos alunos. “Atualmente, passamos por uma fase de transição entre o modo como as gerações “antigas” (10 anos) e a atual ministram as aulas. Precisamos discutir nossas experiências, como professores, junto a eles, para que possamos melhorar a maneira como ensinamos. Essa troca de experiência é importante”, avalia.

 20170831 164207 1 01

“O encontro realizado foi excelente e de grande aprendizado, a professora Fernanda Klein Marcondes, em sua apresentação sobre quizzes, nos mostrou uma das estratégias que ela utiliza em suas aulas e que trazem resultados positivos sobre o aprendizado dos alunos. Essas reuniões do Núcleo Docente Estruturante são muito importantes, pois possibilitam a troca de experiências entre os professores, seus métodos de ensino e suas estratégias, visando a melhoria no ensino de graduação. É admirável ver a preocupação dos professores e alunos de pós-graduação interessados em aprender mais sobre ensino”, disse a doutoranda Laís Tono Cardozo.

A próxima reunião está marcada para o dia 6 de outubro, às 14 horas, no salão nobre. O encontro será gravado e disponibilizado no Canal da FOP, para aqueles que não puderem participar.

voltar ao topo