Menu

.

FOP-Unicamp

Comissão dos Cursos e Serviços de Extensão

A+ A A-

BIOINFORMÁTICA APLICADA À IDENTIFICAÇÃO DE VARIAÇÕES NO CÓDIGO GENÉTICO ASSOCIADAS A DOENÇAS (EAD)

Coordenador: Prof. Dr. Francisco Humberto Nociti Júnior

  • Período de inscrição: 14/05/2017 a 21/09/2017
  • Número de vagas: 100
  • Data limite para entrega da documentação: 25/09/2017
  • Início: 02/10/2017
  • Término: 05/02/2018
  • Oferecimento: 3 horas de dedicação semanais (à distância) (Haverá uma avaliação presencial, com data a ser definida)
  • Valor: R$1.200,00 à vista ou em 2 parcelas de R$600,00 ou em 3 parcelas de R$400,00, ou ainda em 4 parcelas de R$300,00 através de boleto bancário com 1º vencimento em 26/09/2017

Documentos necessários para matrícula:

  • Ficha de inscrição com termo de compromisso assinado (favor não assinar em testemunhas);
  • 01 (uma) foto 3x4;
  • 01 cópia dos seguintes documentos:
    • CPF;
    • RG (frente e verso na mesma folha);
    • OBS: Não será aceito qualquer documento de identificação tais como Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Carteira de Classe, Carteira de trabalho, etc.

    • Diploma de graduação (frente x verso) - caso não esteja em posse do diploma, será aceita provisoriamente a declaração de conclusão da graduação.

    • Para consultar outras informações e efetuar a inscrição consultar o link:http://www.extecamp.unicamp.br/extensao.asp
    • Obs.: Matrícula para alunos estrangeiros (Clique aqui)

OBJETIVOS DO CURSO

  • Este curso visa fomentar o conhecimento sobre as metodologias disponíveis para a identificação de variações no código genético que levam a doenças genéticas humanas, focando principalmente no uso de ferramentas computacionais de acesso aberto e fontes de informação de domínio públicos. 
    O curso visa disseminar o conhecimento, entre os profissionais da área da saúde, a cerca do uso das diversas ferramentas computacionais de pesquisa e de análise de dados genéticos. Na era da informação, o uso de ferramentas computacionais na pesquisa científica tornou-se de extrema relevância, representando um das principais alternativas para impulsionar a pesquisa e melhorar a qualidade das publicações a um custo muito baixo. Além disso, as análises computacionais podem antecipar previsões que permitem delinear melhor os estudos funcionais in vitro ou in vivo (quando necessários), cujo custo de execução são extremamente elevados, evitando o desperdício de recursos financeiros e tempo.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • O curso visa a disseminação do conhecimento sobre as atuais tecnologias de sequenciamento e emprego das ferramentas de bioinformática existentes, principalmente os programas baseados em web (open source) e banco de dados de domínio público, para a identificação de variações no código genético que são responsáveis por doenças humanas.
     
    O curso versará sobre os seguintes temas:
    1) Métodos de obtenção de material genético (DNA de sangue e saliva)
    2) Construção de oligos para detecção/validação de variações genéticas específicas
    3) PCR convencional e eletroforese
    4) Padrões de herança genética e construção de Heredograma
    5) Métodos de identificação de mutações associadas a doenças genéticas e análise de dados genéticos (Sanger sequencing e Next Generation Sequencing) 
    6) Pesquisa em base de dados de domínio público, incluindo catálogos de doenças humanas com componente genético, base de dados de sequências de genes e proteínas e de informação funcional, base de dados de informação cristalográfica e de estrutura tridimensional, entre outros. 
    7) Uso de programas de predição de impacto funcional, alinhamento de múltiplas sequências e análise filogenética. 
    8) Identificação do perfil de proteínas, motifs e domínios funcionais.
    9) Análise da estrutura da proteína, modelagem 3D e interações moleculares.
  •  

BIBLIOGRAFIA

  • 1. Posada, D. Bioinformatics for DNA Sequence Analysis (Methods in Molecular Biology). 2009.
    2. Alphey, L. DNA sequencing: from experimental methods to bioinformatics. 1997.
    3. Lewin, B. Genes IX. 9. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. 912 p. 
    4. Trend, R. J. A. Clinical Bioinformatics (Methods in Molecular Biology). 2014. Springer Protocols.
    5. Studer RA, Dessailly BH, Orengo CA. Residue mutations and their impact on protein structure and function: detecting beneficial and pathogenic changes. Biochem J 2013; 449(3):581-94. 13. 
    6. Reumers J, Schymkowitz J, Rousseau F.  Using structural bioinformatics to investigate the impact of non-synonymous SNPs and disease mutations: scope and limitations. BMC Bioinformatics 2009; 10:S9. 
    7. Griffiths AJF, Miller JH, Suzuki DT, et al. An Introduction to Genetic Analysis. 7th edition. New York: W. H. Freeman; 2000. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK21766/ 
     
voltar ao topo

Extensão Cursos