Menu

Portal FOP - Unicamp

Av. Limeira, 901 - Bairro Areião
CEP: 13414-903 - Piracicaba - SP

-

Com mais de 600 inscritos, Epatespo foi considerado um sucesso Destaque

Com mais de 600 inscritos, Epatespo foi considerado um sucesso

dsc 7702O Encontro de Gestores e Profissionais da Área Pública em Saúde Bucal – EPATESPO 2019 - aconteceu nos dias 29 e 30 de maio e foi sediado pela Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) da Unicamp. O evento, considerado um sucesso, contou com mais de 730 congressistas e mais de 140 trabalhos inscritos, sendo 116 selecionados para apresentar, entre relatos de experiências e pesquisas científicas. A realização do Epatespo é da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Piracicaba e a FOP.

dsc 7753Na abertura do Encontro, a mesa diretora foi composta pelo prefeito de Piracicaba, o senhor Barjas Negri; Sra. Benedita de Castro, representante do diretor do Departamento Regional de Piracicaba, Hamilton Antônio Bonilha de Moraes; Dr. Pedro Mello, secretário municipal da saúde; Dra. Dirce Valério da Fonseca, coordenadora de saúde bucal do município; Profa. Simone Junqueira, da Faculdade de Odontologia da USP; Prof. Flávio Henrique Baggio Aguiar, diretor associado da FOP; Dra. Maria Fernanda Tricoli, coordenadora de saúde bucal do estado de São Paulo; Dr. Marco Antônio Manfredini, representante do CRO; Dr. Wilson Chediek, presidente da APCD; Eugênio Vilaça, representante do Conass; Valéria Tutola, presidente da Associação Paulista de Auxiliares e Técnicos em Saúde Bucal.

dsc 7792Também houve Justa homenagem a Antônio Carlos Pereira, Vlader Vieira e Antônio Carlos Frias pela coordenação de um levantamento epidemiológico no estado de São Paulo no ano de 2015 (SBSP 2015). O levantamento foi financiado com verba do PPSUS e FAPESP, fato inédito para financiamento desta relevância na área de Odontologia, com valor acima de 300 mil reais.

O encontro visou reunir profissionais da rede púbica estadual de vários municípios, gestores locais, articuladores das regionais de saúde do estado de São Paulo, professores universitários, alunos de graduação, de pós-graduação e dentistas de toda rede. Tratou-se de um importante fórum de discussão das políticas públicas na área, como também para troca de experiências entre gestores e profissionais dos serviços públicos odontológicos paulistas.

A programação foi cuidadosamente escolhida. Vieram profissionais de reconhecimento nacional para coordenar as mesas e ministrar cursos. Também foi destinado um espaço onde os profissionais de saúde tiveram um tempo para expressar suas opiniões. Esse momento foi muito importante porque todos tiveram  voz e, essa voz se transformou em propostas,  e essas em diretrizes. No finaltodos esses conteúdos serão  incorporados a uma carta que será distribuída para o Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado e para os municípios.

Para o professor Antônio Carlos Pereira o evento superou às expectativas. Ele lembrou da dificuldade para a organização do encontro, visto que tiveram pouco tempo para preparar o evento, haja vista o encontro ter sido adiado por 2 vezes em 2018, pois seria inicialmente em Holambra e depois em São Paulo. Piracicaba foi, praticamente, escolhida como sede pela afinidade das pessoas que compõem a equipe. O docente lembra que há dois meses haviam poucos inscritos, porém, foi alcançado o número de 736 inscritos e muitas pessoas acompanharam o evento ou fizeram download dos vídeos pelo canal do youtube, avaliou o pesquisador.

“Foi um desafio porque tivemos pouco tempo para organizar. Fomos convidados a organizar há dois meses, contudo, é um evento muito grande. O Epatespo é um encontro peculiar”, revelou Dirce Valério da Fonseca, coordenadora de saúde bucal do município de Piracicaba. Basicamente, a avaliação do evento foi muito positiva, porque daí sairam propostas que foram discutidas nas mesas, em todos os cursos, que terão como resultado algum avanço na área de saúde bucal, conta. 

A professora da Faculdade de Odontologia da USP, Cibele Sarti, classificou o evento como um momento muito importante para se valorizar o sistema de saúde do estado de São Paulo. “É muito positivo essa troca, essa conversa entre os municípios. Este evento nos possibilita tirar um retrato mais atual do que acontece com saúde bucal e fazer muitas reflexões importantes para melhorar o atendimento público de saúde bucal, a qual faz parte da saúde como um todo”, disse.

Maria Fernanda Tricoli, coordenadora de saúde bucal do estado de São Paulo, destacou a importância do encontro. “Fizemos um esforço conjunto entre as academia, todos do serviço público nos municípios e, dessa união, trabalhamos as discussões para que pudéssemos tirar, como resultado desse trabalho, as necessidades dos municípios para conseguir elaborar um plano estadual que represente as necessidades reais dos municípios”, disse.

A professora da Faculdade de Odontologia da USP, Simone Rennó Junqueira, disse que o encontro é uma oportunidade para reunir profissionais da rede púbica estadual de vários municípios, gestores e demais interessados nos temas, os quais vieram expor seus trabalhos de pesquisas científicas ou de relatos de experiência ou para participar das mesas de debate, cujos temas são de interesse direto daqueles que vivenciam a saúde pública no país: “Tivemos oportunidade de trazer palestrantes de reconhecimento nacional, pessoas ligadas a políticas públicas de saúde bucal com palavras, as vezes desestimulantes, as vezes estimulantes, mas, justamente para nos instigar a pensar que, embora tenhamos uma política nacional de saúde bucal institucionalizada, não podemos nos acomodar e acreditar que as coisas vão acontecer por si só. Saímos daqui fortalecidos e desafiados a repensar nossas práticas no cotidiano, desde aquele dentista de município pequeno de atenção primaria, aqueles que estão no centro de especialidades, aqueles gestores, aqueles que se ocupam do ensino e da formação, cada um com seu papel para pensar o que podem fazer de fato para melhorar os serviços oferecidos para a população”, revelou.

O município de São João da Boa Vista se propôs a sediar o próximo Epatespo, que acontecerá em 2021.

voltar ao topo