Em 15 anos de fundação, projeto destinado a alunos de escolas públicas colhem bons frutos

  • Escrito por 
  • tamanho da fonte diminuir o tamanho da fonte aumentar o tamanho da fonte
  • Publicado em Notícias
  • Imprimir
  • E-mail
  • Print Friendly Version of this pagePrint Versão em PDFPDF
Em 15 anos de fundação, projeto destinado a alunos de escolas públicas colhem bons frutos

A Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) da Unicamp participa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – Ensino Médio (Pibic EM). O projeto vem apresentando resultados que refletem diretamente no aumento do interesse dos alunos participantes em ingressar no ensino superior. No Programa de Formação Interdisciplinar Superior - ProFIS, que traz alunos do ensino público para a Unicamp, aproximadamente 25% dos estudantes selecionados haviam participado dos programas de ensino médio administrados pela Pró-Reitoria de Pesquisa.

 Trata-se de um Programa que proporciona aos estudantes do ensino médio de escolas públicas de Campinas e região, a oportunidade de desenvolver atividades de Iniciação de Pesquisa Científica, sob a orientação de professores e pesquisadores desta Universidade. A Pró-Reitoria de Pesquisa, em parceria com o CNPq, é responsável pela coordenação do Projeto.

 As atividades buscam ampliar os conhecimentos dos alunos inseridos no programa, oferecendo oportunidades para aprender a conhecer e agir através da pesquisa, exercitando assim sua autonomia para sua transformação individual e social. O ambiente de pesquisa é considerado um dos mais fecundos para a aprendizagem, pois, permite oportunidades de sair dos modelos de ensino centrados na transmissão do conhecimento, para um modelo mais interativo e profícuo de ideias.

 Atualmente, 34 alunos, oriundos de diversas escolas do município de Piracicaba, estão engajados em 9 projetos na FOP. Número considerado elevado, quando comparado ao Programa desenvolvido por outras Unidades da Unicamp, destaca o decano e coordenador do Programa na FOP, professor Miguel Morano Junior.

 O docente lembra, com orgulho, do início do Projeto (2007) com apenas 7 alunos da Escola Sud Mennucc, da mudança no desempenho escolar que o Programa proporciona, bem como, do retorno dos estudantes ao ingressar no tão sonhado curso superior. Mesmo após o desligamento do Programa, os estudantes mantêm contato com o docente. “O pouco que fazemos é muito para eles. A iniciativa de nos informar quando ingressam no curso superior e convidar para a formatura é o reconhecimento do nosso trabalho. Colhemos o sucesso desses meninos”, relata Morano. Tanta dedicação foi reconhecida pela Câmara de Vereadores de Piracicaba ao outorgar ao professor a Medalha de Mérito Legislativo, em 2020.

 Leonardo Urbano participou do Pibic EM nos anos de 2018 e 2019 e relatou sua experiência quanto ao estágio. “Ter participado do programa me fez enxergar o estudo de uma perspectiva diferente. Mudou meu desenvolvimento pessoal e profissional. Passei a ter novas perspectivas de vida”, conta. Hoje, ele cursa automação, na Etec.

 Mateus Riame Adoni, Talita Boaventura e Igor Mathias, participantes do programa, atualmente, falaram da importância do contato precoce com a rotina universitária. “Há muita diferença entre os dois ambientes (escola/faculdade), tanto de comportamento, de infraestrutura, da organização, quanto das disciplinas. São mundos totalmente diferentes. Temos contato com os ex-alunos e é nítida a diferença de comportamento ao concluir o curso. Isso faz toda diferença no momento de se qualificar. Estou adorando viver com pessoas que querem evoluir sempre e alcançar novos objetivos”, disse Talita.

voltar ao topo

Vídeo Institucional