Menu

Portal FOP - Unicamp

Av. Limeira, 901 - Bairro Areião
CEP: 13414-903 - Piracicaba - SP

.

A+ A A-

Porcetagem

Porcentagem (%)

É o modo mais simples de expressar a concentração química de uma solução, a qual pode ser feita de três maneiras:

a)% Peso/Volume (P/V) -  gramas de  soluto em  100 mL de solução.

Expressa quantas gramas de soluto há em  100 mL  de  solução. Assim, por exemplo uma solução de NaCl a 0,9 % contém, 0,9 gramas de NaCl em 100 mL de solução, cujo  solvente, quando não explicito, é a água. A água usada no preparo de soluções pode ser desde a água destilada ou dependendo da pesquisa uma água altamente purificada indo desde a livre de íons minerais até aquela livre de DNAse, RNAse. Quando uma solução porcentual é expressa em p/v fica implícito que se refere a g %, isto é, gramas de soluto em 100 mL de solução. Portanto não é necessário colocar a unidade de medida, NaCl 0,9 g %, basta NaCl a 0,9 %.
Entretanto, quando a porcentagem do soluto não está em gramas é necessário especificar, por exemplo, solução de glicose a 100 mg %.
Embora possa parecer simples preparar uma solução em %, um cuidado especial deve ser tomado com relação aos solutos na forma cristalina (sólida, pó). Assim, algumas substâncias possuem na sua estrutura química, água de cristalização enquanto outras são sólidos cristalinos anidros. Isso consta dos rótulos dos frascos dos produtos e é o primeiro detalhe para o qual devemos estar alertas quando do preparo de solução em %. 
Por exemplo, NaCl geralmente é um sólido cristalino anidro (sem moléculas de água de cristalização em sua estrutura molecular). Assim, para ser preparado 100 mL de NaCl a 0,9% bastaria pesar 0,9 g do produto, dissolver e completar para 100 mL com água purificada. 
Por outro lado, sulfato de cobre é um sal que geralmente contém em sua estrutura 5 moléculas de água de cristalização (CuSO4.5H2O) e isso precisa ser levado em consideração nos cálculos quando do preparo de soluções. Assim, se por  exemplo for preciso preparar  250 mL de sulfato de cobre a 5% essa solução deverá conter 5 g de CuSO4 em 100 mL de solução. Como preciso de 250 mL a solução deverá conter 12,5 g de CuSO4 nesse volume. 
Entretanto, se for pesado 12,5 g do CuSO4.5H2O será pesado menos do necessário porque se estará pesando a água de cristalização. Desse modo, deve ser feito um cálculo para compensar essas moléculas, o que daria um peso final de 19,5 g de CuSO4.5H2O. 
Além do cálculo de compensação das águas de cristalização, também devem ser feitas as correções quanto a pureza do soluto, pois nem todos são 100% puros.
A ferramenta de cálculos, encontrada no final dessa exposição teórica, faz automaticamente todas essas operações matemáticas a partir das informações fornecidas pelo usuário.

b) % Peso por Peso  ( p/p)   - gramas de soluto em 100 g de solução.

Expressa quantas gramas de soluto há em 100 gramas de solução e se o solvente é água (d=1,0) equivale a % em (p/v) descrita antes. 
Essa não é uma maneira usual de expressar a concentração de soluções preparadas em laboratórios, mas se assim for feita deve fica explicito que a % é em p/p.
Por outro lado, deve ser alertado que a concentração dos ácidos comprados (estoque) a partir dos quais são preparadas soluções está sempre expressa em % p/p.
Assim, no almoxarifado dos laboratórios há HCl a 36% H2SO4 a 98% ou H3PO4 a 85% e em todos a % se refere a p/p. Assim, a partir da densidade desses ácidos, a qual está sempre expressa em g/mL podemos calcular qual o volume de ácido concentrado que desejamos pipetar para conter a massa (g) de ácido necessária para preparar uma solução de determinada concentração desejável.

c) % Volume/Volume (v/v) - mL (ou L) de soluto em mL (ou L) de solução.

Expressa quantos mL de um soluto numa forma líquida há em 100 ml de solução final.
Assim, por exemplo, etanol a 75%(v/v), significa que foi misturado a proporção de 75 mL de etanol puro com 25 mL de água.
Essa não é uma maneira usual de preparar soluções e geralmente é usada quando da mistura de vários solvente. Portanto, precisa ficar explícito nos rótulos dos produtos que se refere a % em v/v para evitar erros.

Passo a Passo no Preparo de Solução em Porcentagem (P/V)
1- Pegar no almoxarifado o frasco do soluto;
2- Se o soluto for sólido verificar pela fórmula molecular contida no rótulo se ele contém água de cristalização;
3- Se o soluto tiver água de cristalização anotar do rótulo:
a) A massa molecular do produto;
b) Número de moléculas de água de cristalização.
4- Se o soluto for liquido, anotar sua densidade (g/mL);
5- Anotar a pureza do soluto, como informado no rótulo;
6- Abrir a tela de cálculos e lançar essas informações na ferramenta de cálculos em complementação a concentração desejada e volume de solução;
7- Anotar o peso (soluto sólido) ou volume (soluto liquido) obtido
8- Pesar ou pipetar o calculado e preparar a solução de acordo com o volume desejado informado segundo os princípios laboratoriais de preparo de soluções, ilustrado nas figuras a seguir.

Leia mais ...

Ferramenta para Preparo de Soluções Químicas

Desenvolvimento

Essa ferramenta foi inicialmente desenvolvida por duas alunas do curso de Ciências da Computação da EEP Elisângela Ferreira e Valéria Moreira. Em 2012, foi aperfeiçoada pela aluna de graduação da Fop Unicamp, Monique Gimenez, sob orientação do Professor Dr. Jaime Cury, possibilitando àqueles não familiarizados com os cálculos requeridos que isso seja feito com facilidade, praticidade, rapidez e precisão exigida.

Sistema de Cálculos Laboratorial para o Preparo de Soluções Químicas

Soluções químicas

Embora no presente sejam encontradas a venda soluções químicas com a concentração desejada para a realização de determinada análise ou pesquisa, o preparo de soluções é ainda uma rotina em muitos laboratórios, mesmo porque a maioria dos reagentes necessários para determinado procedimento analítico não está disponível comercialmente.

Nossos Laboratórios

Laboratório de Bioquimica Oral

O laboratório de Bioquímica Oral da FOP-UNICAMP realiza pesquisas sobre biofilme dental e uso de fluoreto em Odontologia e para tal possui os equipamentos necessários para esse fim. Galeria de fotos do laboratório de Bioquimica Oral da FOP.

Leia mais ...

Prestação de Serviços

Área de prestação de serviço, gerenciada pela FUNCAMP, para análise de flúor objetivando o heterocontrole da fluoretação da água de abastecimento público e garantindo a qualidade de higiene bucal oferecidos a população, assim como daqueles de uso odontológico.

Serviço de consultoria relativo a uso de flúor em odontologia oferecido ao setor público e privado, de acordo com as normas da UNICAMP.

Área de prestação de serviços, gerenciada pela FUNCAMP (Fundação de Desenvolvimento da Unicamp), para análise de flúor objetivado.

  1. o heterocontrole da fluoretação da água de abastecimento público;
  2. o controle de qualidade de produtos para a higiene bucal oferecidos a população;
  3. o controle de qualidade de produtos odontológicos de uso profissional.
Leia mais ...

Linhas de pesquisa

PLACA DENTAL BACTERIANA

Nome da Linha de Pesquisa: Placa Dental Bacteriana

Descrição da Linha: Estudo da formação da placa dental cariogenica e avaliação do efeito de substancias anti-placa, anti-carie, cariogenicas.

Docentes:

ESTUDOS SOBRE O FLÚOR

Nome da Linha de Pesquisa: Estudos sobre o Flúor

Descrição da Linha: É de grande interesse na área de odontologia o estudo do flúor como agente no controle de carie dental, uma vez que sua eficácia na diminuição de incidência da carie dental esta amplamente registrada na literatura. Porem o uso não racional do flúor tem motivado o estudo de sua farmacocinetica, farmacodinâmica e toxicidade. Sobre estes aspectos os nossos trabalhos se desenvolvem na investigação da melhoria da eficiência do flúor com maior segurança.

Docentes:

Leia mais ...

Disciplinas

Graduação

  • Biociências I - DB-110
  • Biociências II - DB-210
  • Disciplina de Pré-Clínica I - DP-101
  • Disciplina de Pré-Clínica II

Pós-Graduação

  • Disciplina de Procedimentos Analíticos em Pesquisa - OD-033
  • Disciplina de Cariologia Básica - OD-018
  • Disciplina de Modelos in situ em Cariologia - OD-022
  • Disciplina de Estágio Docente I - Odontologia - OD-037
  • Disciplina de Tópicos Avançados em Cariologia - OD-039 horas
  • Disciplina de Estágio Docente II - Odontologia - OD-038
  • Disciplina de Modelos in vitro em Cariologia - OD-021
  • Disciplina de Metabolismo e Mecanismo de ação do flúor - OD-025
  • Disciplina de Metodologia Científica I - OD-032
  • Disciplina de Metodologia Científica II - OD-034
Leia mais ...

Bem Vindos

Em termos de ensino na Graduação, a Área de Bioquímica é responsável pelo ensino básico de estrutura e função das biomoléculas, interagindo com as áreas do Depto. Tem sido também de responsabilidade da Bioquímica na Graduação o ensino da parte básica aplicada a Odontologia relativa a Cariologia envolvendo a inter-relação dente-saliva-placa-flúor. Com relação ao ensino de PG, a área de Bioquímica tem contribuído para a formação geral dos alunos do Programa de PG-Odontologia e especificamente é responsável pela parte básica da Área de Cariologia.

Com relação a pesquisa a Área de Bioquímica desenvolve trabalhos centrados em Cariologia com ênfase ao estudo do estudo da formação, composição e cariogenicidade de biofilmes dentais (placa dental) formado sob diversas condições experimentais. Também desenvolve pesquisas relativas ao uso de flúor em Odontologia contemplando o binômio riscos-benefícios quanto a saúde bucal. Estas pesquisas estão integradas com as demais áreas do Depto, quer seja a nível de graduação como PG.

A área de Bioquímica tem dado sua contribuição a administração do Depto participando ativamente dos seus Órgãos Colegiados, tanto no Conselho do depto como no PG-Odontologia.

Docentes

Leia mais ...

Pesquisa

CARIOLOGIA

PLACA DENTAL BACTERIANA

Descrição da Linha:
Estudo da formação da placa dental cariogênica e avaliação do efeito de substâncias anti-placa, anti-cárie, cariogênicas.

Docentes:

  • Profa. Dra. Cínthia Pereira Machado Tabchoury
  • Prof. Dr. Jaime Aparecido Cury
  • Prof. Dr. Pedro Luiz Rosalen

ESTUDO SOBRE O FLÚOR

Descrição da Linha:
É de grande interesse na área de odontologia o estudo do flúor como agente no controle de cárie dental, uma vez que sua eficácia na diminuição de incidência da cárie dental esta amplamente registrada na literatura. Porem o uso não racional do flúor tem motivado o estudo de sua farmacocinética, farmacodinâmica e toxicidade. Sobre estes aspectos os nossos trabalhos se desenvolvem na investigação da melhoria da eficiência do flúor com maior segurança.

Docentes:

  • Profa. Dra. Cínthia Pereira Machado Tabchoury
  • Prof. Dr. Jaime Aparecido Cury
  • Prof. Dr. Pedro Luiz Rosalen

EPIDEMIOLOGIA, TRATAMENTO E DIAGNÓSTICO DA DOENÇA CÁRIE E FATORES DE RISCO

Descrição da Linha:
Estudar a ocorrência das doenças bucais, os fatores moduladores e as estratégias de promoção de saúde oral.

Docentes:

  • Prof. Dr. Jaime Aparecido Cury

ANTIMICROBIANOS E COMPOSTOS DE ORIGEM NATURAL

ESTUDOS FARMACOLÓGICOS DE COMPOSTOS DE ORIGEM NATURAL E DE AGENTES ATIMICROBIANOS

Descrição da Linha: 
Caracterização química, farmacológica e toxicológica de produtos naturais de interesse terapêutico e estudar as propriedades antimicrobianas de compostos de origem natural e sintética.

Docentes:

  • Prof. Dr. Eduardo Dias de Andrade
  • Prof. Dr. Francisco Carlos Groppo
  • Prof. Dr. Pedro Luiz Rosalen

INFLUÊNCIA DE DROGAS SOBRE O TECIDO HEPÁTICO

Descrição da Linha:
Sendo o tecido hepático o principal responsável pela metabolização de drogas no organismo, objetivamos com essa linha estudar os possíveis efeitos e influências de medicamentos sobre esse tecido com trabalhos laboratoriais em fígados intactos e em regeneração, pela análise morfológica e funcional do órgão e de ensaios clínicos através de dosagens enzimáticas.

Docentes:

  • Prof. Dr. Francisco Carlos Groppo

ESTUDO DO ESTRESSE, DA DOR OROFACIAL E DA OCLUSÃO

INFLAMAÇÃO E DOR OROFACIAL

Descrição da Linha:
Estudar os mecanismos dolorosos e inflamatórios da região orofacial e a farmacocinética, a toxicidade e o uso clinico dos anestésicos locais/vasoconstritores, analgésicos e antiinflamatórios.

Docentes:

  • Prof. Dr. Eduardo Dias de Andrade
  • Prof. Dr. Francisco Carlos Groppo
  • Prof. Dr. José Ranali
  • Profa. Dra. Maria Cristina Volpato
  • Profa. Dra. Michelle Franz Montan Braga Leite

COMPORTAMENTO E ESTRESSE

Descrição da Linha:
Estudar o comportamento e o estresse em diversas situações experimentais e clínicas.

Docentes:

  • Profa. Dra. Fernanda Klein Marcondes

FISIOPATOLOGIA OROFACIAL E OCLUSÃO

Descrição da Linha:
Estudar a fisiopatologia orofacial, os diferentes aspectos da oclusão e as relações com distúrbios da ATM, órgãos adjacentes e hábitos bucais.

Docentes:

  • Profa. Dra. Maria Cecília Ferraz de Arruda Veiga
Leia mais ...
Assinar este feed RSS