Menu

Portal FOP - Unicamp

Av. Limeira, 901 - Bairro Areião
CEP: 13414-903 - Piracicaba - SP

.

A+ A A-

Pioneira

Pioneira

FOP realiza a primeira defesa de tese em inglês

Isabella da Silva Vieira Marques, da área de Prótese Total, foi a primeira aluna de doutorado a participar de uma defesa de tese totalmente em inglês na Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP) da Unicamp. A defesa aconteceu na manhã do dia 02 de outubro de 2015. A banca examinadora foi composta pelos Profs. Drs. Cortino Sukotjo, da University of Illinois at Chicago e Mathew T. Mathew, da Rush University Medical Center; além dos Profs. Drs. da FOP: Altair Antoninha Del Bel Cury, da área de Prótese Parcial Removível e Francisco Nociti Júnior, da área de Periodontia. O Professor Dr. Valentim Adelino Ricardo Barão, da área de Prótese Total, foi o orientador do trabalho e o professor Dr. Marcelo Ferraz Mesquita, o coorientador.

De acordo com o professor Valentim, Isabella fez parte do seu doutorado no exterior e ele achou por bem que os coorientadores estrangeiros participassem da defesa. O professor Cortino veio a convite do Programa de Pós-Graduação em Clínica Odontológica e o professor Mathew veio ao Brasil para participar do XIV Brazil MRS Meeting, realizado no Rio de Janeiro e aproveitou a oportunidade para participar da banca.

“A defesa acontecer em inglês é importante porque foi um desafio, não apenas para a aluna, por realizar toda sua apresentação em inglês, como para a banca, em poder arguir a candidata em inglês. Também é relevante para a internacionalização do programa de pós-graduação. Se estamos pensando em internacionalizar os Programas, então temos que usar uma linguagem universal para as defesas de teses de doutorado, especialmente, para aqueles alunos que vão para o exterior”, avalia o professor Valentim.

O trabalho desenvolvido por Isabella integra a linha de pesquisa da área de Prótese Total, a qual desenvolve tratamentos de superfície para implantes dentários que apresentem melhores propriedades mecânicas e biológicas para serem inseridos na cavidade bucal do paciente e, assim, reduzir as falhas que acontecem no implante dentário.

O estudo foi desenvolvido em colaboração com os professores: Cortino, Mathew, Nociti e Nilson Cruz, da Faculdade de Engenharia da Unesp de Sorocaba.

 

Mais nesta categoria: « Dia 16 de outubro Congresso »
voltar ao topo