Menu

Portal FOP - Unicamp

Av. Limeira, 901 - Bairro Areião
CEP: 13414-903 - Piracicaba - SP

.

Artigo da FOP, em colaboração com a NIH, recebeu destaque do AADR Destaque

Artigo da FOP, em colaboração com a NIH, recebeu destaque do AADR

O artigo científico intitulado “Periodontitis in Chédiak-Higashi Syndrome: An Altered Immunoinflammatory Response”, desenvolvido na Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP-UNICAMP) juntamente com colaboradores do National Institute of Health (NIH, Bethesda, EUA), publicado na edição de Agosto (2017) da revista JDR Clinical & Translational Research recebeu destaque da Academia Americana de Pesquisa Odontológica (AADR). O artigo em questão é fruto do trabalho de dissertação de mestrado no Programa de Pós-graduação em Odontologia (FOP-UNICAMP) do mestrando Pedro Rebouças, sob a orientação da Profa. Dra. Kamila R. Kantovitz.

A Síndrome de Chediak-Higashi é uma condição rara com aproximadamente 500 casos relatados no mundo todo. Pacientes com essa síndrome apresentam variados graus de albinismo que afetam os olhos, a pele e os cabelos, além de alterações na capacidade de coagulação do sangue. Na forma clássica da doença (mais severa) os pacientes são submetidos a transfusão da medula óssea, ainda jovens, para que possam aumentar sua sobrevida. Uma forma mais severa de doença periodontal tem sido relacionada a esta síndrome e, portanto, os autores do trabalho tiveram o objetivo determinar os mecanismos envolvidos nessa relação.

Neste trabalho, os autores encontraram que pacientes diagnosticados com as formas clássicas e atípicas da Síndrome de Chediak-Higashi apresentaram uma periodontite crônica leve em comparação com indivíduos saudáveis, porém sem a evidência de ulceração gengival, mobilidade dental ou perda prematura de dentes. Além disso, as análises in vitro utilizando células da gengiva de pacientes com e sem a referida síndrome revelaram que a Síndrome de Chediak-Higashi modifica o padrão de expressão de importantes reguladores da resposta inflamatória (Receptores do tipo toll-like 2 e 4), o que leva a uma resposta imunológica alterada frente ao desafio microbiano. Esses achados sugerem, portanto, que o sistema imunológico de pacientes com Síndrome de Chediak-Higashi está comprometido levando a um processo inflamatório desequilibrado dos tecidos periodontais  frente ao desafio bacteriano nesses indivíduos.

O texto da AADR pode ser acessado na integra pelo link: http://www.iadr.org/AADR/About-Us/News/ArtMID/134369/ArticleID/410/Exploring-Periodontitis-in-Patients-With-Ch233diak-Higashi-Syndrome e o artigo pelo link: http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/2380084417724117

O projeto de pesquisa foi desenvolvido com o apoio do CNPq (Bolsa PQ # 304680/2014-1).

voltar ao topo